JN Rede de Notícias

Jovem de Mação cria videojogo para sensibilizar sobre a realidade dos incêndios

Jovem de Mação cria videojogo para sensibilizar sobre a realidade dos incêndios

Luís Oliveira tem 21 anos, é natural de Mação e ali reside, tal como a maior parte da sua família. Terminou há pouco tempo o curso de Animação e Videojogos na ETIC, em Lisboa, de onde surgiu o jogo educativo "Chama", que pretende sensibilizar os mais jovens para o tema dos incêndios e a forma perigosa e destrutiva com que invadem e prejudicam as vidas das comunidades que assolam.

Os últimos incêndios em Mação, Santarém, assumiram protagonismo e serviram de inspiração ao videojogo desenvolvido por Luís Oliveira, não tivesse o pai conduzido máquinas de rastos e ajudado no combate aos grandes fogos, como os de 2005 e os de 2017. Sobre o porquê de desenvolver este jogo baseado nos incêndios, Luís menciona que se muito se deve à sua realidade, desde muito cedo, pois vivendo em Mação, tal como a maioria da família e amigos, sempre assistiu e sentiu de perto o horror e o medo provocados pelos intermináveis dias de combate aos fogos e de proteção das pessoas e suas casas.

Luís começou o percurso escolar em Mação, no Agrupamento de Escolas Verde Horizonte, que frequentou até ao 9º ano, para depois passar a frequentar até ao 12º ano a Escola Secundária Doutor Solano de Abreu, em Abrantes. Posto isto, ingressou no curso de Animação e Videojogos na ETIC, em Lisboa. "Acabei há pouco tempo", conta, referindo que agora o foco está em "continuar a desenvolver o «Chama» e conseguir investimento para o projeto".

Leia mais em Médiotejo.net

Outras Notícias