Educação

Duas manifestações opostas contra violência em escola de Valença

Duas manifestações opostas contra violência em escola de Valença

Um cordão humano convocado pela comunidade escolar, com o apoio da Câmara Municipal e Sindicato de Professores do Norte (SPN), e uma manifestação da comunidade cigana decorreram, esta manhã, em simultâneo, junto à escola Basica e Secundária de Valença.

A primeira ação teve como mote o protesto contra a violência no espaço escolar. E a segunda aconteceu de forma espontânea, com elementos de etnia cigana, vestidos de branco, a protestar contra o racismo.

As manifestações tiveram origem numa suposta agressão de um pai de etnia cigana a quatro professores e funcionários daquele estabelecimento de ensino.

O episódio ocorreu na quinta-feira à tarde e deu origem a queixas na GNR de quatro alegados agredidos. Do lado do pai, a comunidade defende que a filha deste foi agredida primeiro por uma funcionária, e do outro a versão é contrária. Os protestos decorreram sob vigilância da GNR, dispositivo que teve de intervir varias vezes porque os ânimos se exaltaram. As manifestações desmobilizaram ao fim de cerca de uma hora.