Vila Real

Fogos em Chaves e Alijó mobilizam 240 operacionais e quatro meios aéreos

Fogos em Chaves e Alijó mobilizam 240 operacionais e quatro meios aéreos

Quatro meios aéreos e 240 operacionais combatiam esta sexta-feira, pelas 17 horas, dois incêndios que lavram em Vilar de Nantes (Chaves) e Alijó, no distrito de Vila Real, segundo a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC).

A ocorrência que causa mais preocupações às autoridades é de Vilar de Nantes, no concelho de Chaves, que deflagrou às 14.41, possui três frentes e lavra com intensidade numa zona de pinhal da serra do Brunheiro.

Fonte da Proteção Civil referiu que, até este momento, não há aldeias em perigo neste fogo.

Segundo a página na internet da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, pelas 17 horas estavam mobilizados para este fogo 125 operacionais, 35 viaturas e dois meios aéreos.

O incêndio que deflagrou na quinta-feira, em Alijó, entrou em fase de resolução pelas 6 horas de hoje, mas durante a tarde tem sofrido algumas reativações.

No local, segundo a ANEPC, permanecem 115 operacionais, 33 operacionais e dois meios aéreos.

O alerta para esta ocorrência foi dado ao meio-dia de quinta-feira e teve início perto da zona industrial de Alijó.

Em Vila Real, o incêndio que deflagrou hoje às 15.48 numa zona de mato, na zona do Monte da Forca, na freguesia de Parada de Cunhos, foi dado como dominado cerca de uma hora depois.

No terreno permanecem 39 operacionais que contam com o apoio de oito viaturas e de dois meios aéreos.

Esta tarde, o distrito transmontano registou também focos de incêndio em Valpaços e Mondim de Basto, que já estão em resolução.

O distrito de Vila Real está em estado de alerta especial de nível vermelho.

Outras Notícias