Ambiente

A impressionante imagem das Cataratas de Vitória reduzidas a um fio de água

A impressionante imagem das Cataratas de Vitória reduzidas a um fio de água

As famosas Cataras de Vitória, na fronteira entre a Zâmbia e o Zimbabué, estão reduzidas a um fio de água. Aquela que já é considerada a maior seca do século é mais um alerta sobre os riscos do aquecimento global.

Durante décadas, as Cataratas de Vitória, Património Mundial da Unesco, atraíram milhões de visitantes, graças ao cenário espetacular em que se pode ver uma queda de água com mais de 100 metros.

A pior seca do século reduziu a queda a um pequeno fio de água, naquilo que é mais um alerta sobre os riscos do aquecimento global. Apesar de ser habitual o fluxo de água diminuir nesta altura do ano, as autoridades locais admitem que nunca houve um declínio como o deste ano.

"Em anos anteriores, quando fica seco, não é assim. Esta é a primeira vez em que as vemos assim", disse Dominic Nyambe, vendedor de artesanato numa loja local, em declarações à "Reuters". "Isto afecta-nos porque deixamos de ter turistas e também perdemos clientes.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG