O Jogo ao Vivo

Valladolid

Autoridades espanholas procuram crocodilo no rio Douro

Autoridades espanholas procuram crocodilo no rio Douro

A polícia de Simancas, em Valladolid, e o Serviço de Proteção da Natureza (Seprona) procuram um crocodilo nas águas dos rios Douro e Pisuerga, em Valladolid, Espanha.

O animal, com cerca de 1,5 metros, pesará 250 quilogramas e foi avistado na confluência dos rios Pisuerga e Douro, na zona de Pesqueruela, em Valladolid, Espanha.

Segundo o jornal "Diario de Valladolid", especialistas analisaram uma pegada do animal e acreditam que se trata de um crocodilo do Nilo, um dos sáurios mais perigosos do Mundo, com inúmeros relatos de ataques a humanos ao longo da história.

Segundo as autoridades, o animal pode ser muito perigoso para as pessoas, por isso aconselham especial precaução aos cidadãos e pedem a pescadores e canoístas que evitem a bacia do Douro, onde o crocodilo foi avistado.

As localidades de Villamarciel, San Miguel del Pino e Tordesillas emitiram alertas a recomendar "especial cuidado" a todos os que se acerquem de zonas ribeirinhas, até que seja capturado o animal, que se presume tenha escapado de uma casa nas imediações, onde servia como mascote, conta um canal de televisão local de Valladolid.

O presidente da autarquia de Simancas, Alberto Plaza, disse, à agência EFE, que foi instalado, como medida de prevenção, um cordão de segurança na zona onde o animal foi avistado.

O autarca evitou falar em buscas por um crocodilo, reconhecendo, apenas, a situação de perigo devido à presença naquelas águas de "uma espécie que não é natural da zona", que é conhecida pela presença de siluros, uma espécie de peixe-gato, oriundo do centro da Europa e que se desenvolve bastante, podendo atingir os dois metros de comprimento.

PUB

As buscas decorrem desde as 14 horas de sábado e mobilizam elementos da Seprona e da Guardia Civil espanhola.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG