Igreja

Bispo espanhol despe hábito para namorar com escritora erótico-satânica

Bispo espanhol despe hábito para namorar com escritora erótico-satânica

Xavier Novell decidiu pôr um ponto final na sua extraordinária carreira dentro da Igreja Católica pela razão mais mundana que existe: o amor.

O bispo da cidade espanhola de Solsona anunciou, em agosto, que iria despir o hábito depois de o Papa Francisco ter aceitado a sua surpreendente renúncia ao cargo. Novell, que tinha alegado motivos pessoais na sua carta de despedida do bispado, parecia ter desaparecido completamente até o passado fim de semana quando o diário "Religião Digital" confirmou que se encontrava em Manresa, perto de Barcelona, a viver com a sua nova namorada.

Esta informação provocou um terremoto no seio eclesiástico. O bispo mudou por completo a sua vida para manter uma relação sentimental com Silvia Caballol, uma escritora divorciada com dois filhos e especializada em novelas eróticas e satânicas.

Antes de deixar tudo por trás, Novell tinha feito uma carreira eclesiástica onde se destacou pelo seu caráter ultraconservador, com discursos contra os homossexuais, os divorciados e as mulheres. Inclusive, há boatos que afirmam que o bispo participava em terapias proibidas pela Igreja de "conversão homossexual". Este grande cambio ideológica em comparação à atitude progressista da Igreja Católica do Papa Francisco foi a primeira hipótese ponderada por vários setores como a origem da renúncia, até o jornal Religião Digital confirmar a relação.

Amor e possessão

A história do romance com Silvia Caballol poderá ter começado em 2015 quando Novell, além das suas habituais tarefas como bispo, aceitou o cargo de exorcista titular da diocese devido à falta de outros candidatos. Desta forma, o bispo começou uma misteriosa andadura dentro do mundo demonológico onde o destino o juntou com a sua atual amada, especialista neste tipo de questões satânicas. Num início, os exorcismos consistiam em rezar umas orações e espargir água sobre o possuído, mas a pouco e pouco, o bispo começou a trabalhar em casos mais extremos que incluíam violência física.

As especulações dentro da Igreja que ligam a sua renúncia ao facto de estar possuído foram crescendo. Segundo o diário "ABC", o próprio Papa Francisco pediu duas vezes ao bispo para ser tratado por um exorcista, e, assim, evitar o seu adeus, mas Novell recusou a oferta... por amor.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG