"Party Gate"

Boris Johnson multado no caso das festas em Downing Street

Boris Johnson multado no caso das festas em Downing Street

A Polícia Metropolitana de Londres emitiu mais de 50 multas a funcionários do Governo britânico por infrações às normas de contenção da covid-19, depois da realização de festas em Downing Street durante a pandemia.

Downing Street confirmou, esta terça-feira, que o primeiro-ministro Boris Johnson recebeu a notificação de que será multado por ter participado nas festas realizadas na sua residência oficial quando estavam em vigor restrições para conter a pandemia de covid-19. Outro dos visados confirmados é o ministro das Finanças, Rishi Sunak.

Numa nota informativa, a força policial londrina refere que após examinar as provas remeteu cerca de 50 pedidos de multas para o Escritório de Registos Criminais ACRO, que será responsável por emitir e enviar as notificações aos envolvidos, que, por sua vez, têm 28 dias para pagar ou contestar.

A Polícia Metropolitana de Londres, que está a investigar pelo menos 12 "festas" alegadamente ilegais que ocorreram em edifícios governamentais em 2020 e 2021, diz que "continua a investigar o assunto com urgência" e não exclui a possibilidade de impor mais sanções nas próximas semanas.

A identidade dos sancionados não foi divulgada.

O primeiro-ministro britânico admitiu ter assistido a vários destes eventos agora sob investigação, mas negou que as regras de contenção contra a pandemia de covid-19 tenham sido violadas.

No final de março, a polícia britânica tinha já anunciado a emissão de 20 multas por infrações relacionadas com estas festas.

PUB

Este caso, conhecido como "Party Gate", foi revelado no final de 2021 pela imprensa e abalou a política interna do Reino Unido, com Boris Johnson a enfrentar duras críticas, incluindo do próprio Partido Conservador, e apelos constantes, por parte da oposição, para a sua demissão.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG