Polémica

China diz que Espanha comprou testes a empresa ilegal

China diz que Espanha comprou testes a empresa ilegal

A Embaixada da China em Espanha diz que o Ministério da Saúde espanhol comprou testes a uma empresa que não tem sequer licença para vender os seus produtos.

Os jornais espanhóis denunciaram a acusação das autoridades de saúde que davam conta da compra de cerca de 340 mil testes rápidos para diagnóstico de Covid-19 que não funcionam. A reposta às notícias não tardou.

A embaixada chinesa em Espanha diz que a empresa em causa, a Shenzhen Bioeasy Biotechnology, não tem licença para os comercializar.

"O Ministério do Comércio da China ofereceu a Espanha uma lista dos fabricantes certificados, nos quais a Shenzhen Bioeasy Biotechnology não está incluída", explica. "A Shenzhen Bioeasy Biotechnology não tem licença oficial da Administração Nacional de Produtos Médicos para vender os seus produtos", acrescenta numa mensagem publicada em vários pontos esta quinta-feira no Twitter:

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG