Mundo

Ciclista com vida dupla terá sido alvo principal da "matança dos Alpes"

Ciclista com vida dupla terá sido alvo principal da "matança dos Alpes"

O ciclista assassinado perto do lago de Annecy, nos Alpes franceses, no dia 3 deste mês, juntamente com uma família de origem britânica, poderá ter sido o verdadeiro alvo, segundo Benedict Vinnemann, que está a conduzir as investigações.

Sylvain Mollier, o ciclista que trabalhava na indústria nuclear, foi alvejado cinco vezes, duas delas na cabeça. No local do crime, a polícia encontrou 25 balas.

O funeral de Sylvain Mollier realizou-se no domingo. A família queria que o corpo fosse cremado, mas as autoridades não o permitiram, uma vez que o cadáver terá que ser novamente examinado.

Até agora, as autoridades suspeitavam que o ciclista francês tinha sido morto por ter interrompido a matança da família de Saad al-Hilli.

Mas Benedict Viennemann coloca a hipótese de Sylvain ter tido uma vida dupla e de ser "o principal objetivo" do crime, que redundou na morte de quatro pessoas, três de uma mesma família, e dois feridos graves, duas meninas, filhas do casal britânico de origem iraquiana assassinado.

O pai das meninas, Saad al-Hill, a mulher e a avó das crianças foram encontrados já sem vida, a 3 de setembro, perto do lago de Annecy, nos Alpes franceses. Uma menina de quatro anos foi descoberta, mais tarde, debaixo do corpo da avó, viva e fisicamente ilesa, cerca de oito horas após o massacre. A irmã, de sete anos, ficou ferida com gravidade, mas está a recuperar bem e já foi transferida para Inglaterra.

A polícia acreditava que a filha mais velha do casal assassinado poderia fornecer pistas importantes sobre o crime. A criança saiu do coma induzido há três dias, mas apenas disse lembrar-se de ter visto "um homem mau", o que vai contra a teoria policial de haver dois assassinos implicados no crime.

PUB

Até agora, a polícia está a seguir três linhas de investigação: uma pela origem iraquiana da família, a viver há vários anos nos arredores de Londres; outra que se centrava numa disputa entre Saad al-Hill e o irmão; e uma terceira via, que investigava ligações ao trabalho na indústria aeronáutica do pai das crianças feridas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG