Covid-19

Em 24 horas, China regista 143 novos casos e mais 30 mortos

Em 24 horas, China regista 143 novos casos e mais 30 mortos

A China anunciou esta sexta-feira 143 novos casos de infeção e mais 30 mortes devido ao surto de Covid-19, a maioria na província de Hubei, onde o coronavírus foi detetado pela primeira vez em dezembro passado.

Até à meia-noite de sexta-feira (16 horas de quinta-feira, em Portugal continental), a China continental, que exclui Macau e Hong Kong, somava, no total, 3042 mortes e 80552 casos de infeção, mais de 80% do conjunto global, apesar dos surtos recentes em Itália, Irão, Coreia do Sul e Japão.

No total, Hubei registou 2931 mortos e 67592 casos confirmados até à data. Várias cidades da província, situada no centro da China, foram colocadas sob quarentena, em janeiro passado, com entradas e saídas bloqueadas.

Nas últimas 24 horas, a China registou 16 casos "importados" do exterior, elevando o total para 36, segundo a Comissão Nacional de Saúde.

A mesma fonte informou que 1681 pessoas receberam alta, fixando o total de pacientes que superaram a doença em 53.726.

Desde o início do surto, mais de 670854 pessoas que tiveram contacto próximo com os infetados foram acompanhadas pelas autoridades, entre as quais 29896 permanecem sob observação.

Nas últimas 24 horas surgiram mais 102 novos casos classificados como suspeitos por terem estado em contacto próximo com os infetados, fixando o total em 482.

O surto de Covid-19, que pode causar infeções respiratórias como pneumonia, provocou mais de 3450 mortos e infetou mais de 97 mil pessoas em 79 países, incluindo nove em Portugal.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou o surto de Covid-19 como uma emergência de saúde pública internacional e aumentou o risco para "muito elevado".

Outras Notícias