Covid-19

Espanha ultrapassa os 900 mil infetados desde o início da pandemia

Espanha ultrapassa os 900 mil infetados desde o início da pandemia

Espanha registou esta quarta-feira 11970 novos casos de covid-19 elevando para 908 056 o total de infetados no país, dos quais 100 mil nos últimos 10 dias, segundo números divulgados pelo Ministério da Saúde espanhol.

Por outro lado, as autoridades contabilizaram mais 209 mortes com a doença nas últimas 24 horas, aumentando o total de óbitos para 33 413.

Deram entrada nos hospitais com a doença nas últimas 24 horas 1422 pessoas, das quais 308 em Madrid, 217 na Catalunha e 196 na Andaluzia.

Em todo o país há 11.671 pessoas hospitalizadas com a doença, das quais 1.652 pacientes em unidades de cuidados intensivos.

A região da Catalunha, a segunda em Espanha mais atingida pela pandemia a seguir à de Madrid, decidiu esta quarta-feira fechar todos os cafés, bares e restaurantes e reduzir a lotação dos centros comerciais para 30% e dos ginásios em 50% para tentar conter o avanço da epidemia de covid-19.

As medidas em vigor durante pelo menos um período de 15 dias incluem também a suspensão de aulas presenciais nas universidades e a suspensão por duas semanas de todas as competições desportivas catalãs - federadas, escolares ou privado.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de um milhão e oitenta e sete mil mortos no mundo desde dezembro do ano passado, incluindo 2117 em Portugal.

PUB

Na Europa, o maior número de vítimas mortais regista-se no Reino Unido (43155 mortos, mais de 654 mil casos), seguindo-se Itália (36289 mortos, mais de 372 mil casos), Espanha (33413 mortos, mais de 905 mil casos) e França (32933 mortos, mais de 756 mil casos).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG