SARS-CoV-2

EUA identificam primeiro caso de nova estirpe detetada no Reino Unido

EUA identificam primeiro caso de nova estirpe detetada no Reino Unido

A primeira infeção da estirpe do SARS-CoV-2 detetada no Reino Unido, que pode ser até 70% mais contagiosa, foi reportada nos Estados Unidos da América (EUA), na cidade de Denver, no Colorado.

De acordo com o governador do Colorado, Jared Polis, citado pela Associated Press (AP), um homem com idade entre os 20 e os 30 anos, que está em isolamento no sudeste de Denver, está infetado com a variante do SARS-CoV-2 identificada este mês no Reino Unido.

O Laboratório Estatal do Colorado, estado montanhoso do centro-oeste dos EUA, confirmou esta informação e os Centros de Controlo e de Prevenção de Doenças (CDC) já estão ao corrente da situação.

Vários epidemiologistas acreditam que esta estirpe é até 70% mais contagiosa, informação que levou vários países a restringirem as viagens de e para o Reino Unido.

Uma variante mais contagiosa poderá ser sinónimo de restrições e confinamentos generalizados em vários países para mitigar a propagação da pandemia, decisões que poderão atrasar ainda mais a recuperação económica global.

Contudo, as vacinas desenvolvidas pela Pfizer (em parceira com a BioNTech) e pela Moderna, que já estão em circulação nos Estados Unidos, poderão ser eficazes contra esta estirpe, apesar de ainda não haver informações concretas.

PUB

"Ainda há muito que não sabemos sobre esta nova variante da covid-19, mas os cientistas no Reino Unido estão a alertar o mundo que esta é significativamente mais contagiosas. A saúde e segurança da população do Colorado é a nossa prioridade máxima, e vamos monitorizar de perto este caso, assim como todos os indicadores da covid-19, muito de perto", disse Polis.

Uma nova declaração do governador do Colorado e também dos delegados de saúde estatais está prevista para quarta-feira.

Na sequência da descoberta desta estirpe, Washington impôs a obrigatoriedade de um teste à presença do SARS-CoV-2 cujo resultado seja negativo para qualquer pessoa que regresse do território britânico.

A pandemia está a assolar os Estados Unidos, que são a nação com o maior número de infetados, mais de 19 milhões, e de óbitos, mais de 334 mil óbitos.

Uma estirpe mais contagiosa poderá adensar o descontrolo com que as autoridades sanitárias já estão a lidar no país.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG