Exclusivo

Explosão de candidatos desafia democracia latina na Costa Rica

Explosão de candidatos desafia democracia latina na Costa Rica

Fragmentação política espelha descontentamento em momento de deterioração da economia do país. A população mostra-se vacilante.

Indecisão foi a palavra de ordem nos dias que antecederam as eleições presidenciais que se realizam hoje na Costa Rica. Com 25 candidatos na corrida, o país, um dos mais progressistas da América Latina, encontra-se fragilizado pela pandemia e consumido pela liderança dos últimos quatro anos, pondo agora à prova a democracia sólida que o sustenta.

Com um recorde histórico de candidatos, nenhum parece ser consensual. Como tal, explica Raquel de Caria Patrício, doutora em Relações Internacionais pela Universidade de Brasília,é "altamente provável que as eleições cheguem à segunda volta", que irá colocar frente a frente os dois candidatos mais votados na primeira.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG