Argentina

Cadela espera há mais de um ano pelo dono à porta da prisão

Cadela espera há mais de um ano pelo dono à porta da prisão

A cadela Sheila conquistou o coração dos funcionários de uma cadeia na Argentina. O animal está há mais de um ano à porta do estabelecimento prisional à espera do dono, detido por roubo.

O dono foi detido no início de 2018 por assalto e há mais de um ano que a cadela, cruzada de Golden retriever, não sai da porta do estabelecimento prisional da localidade 25 de Mayo, a cerca de 200 quilómetros da capital Buenos Aires.

Segundo o portal "La Capital", a cadela já é quase um membro da família daquela prisão. É alimentada por eles, dorme no local e entra e sai sempre que quer.

"A verdade é que no dia em que detivemos o homem, a cadela apareceu pouco tempo depois e nunca mais saiu. Achamos que ela seguiu o carro patrulha", disse, ao mesmo jornal, o subcomissário, Juan Jose Martini.

Como o dono tem uma pena de três anos para cumprir, os guardas acreditam que o animal vai permanecer naquele local até ao final da pena. Pelo menos, é essa a vontade daqueles funcionários, que garantem que vão sentir falta do animal quando esse dia chegar.

"Desde o primeiro minuto, a Sheila, que tem quatro ou cinco anos, ficou fora do edifício. Depois, conquistou o carinho de todos e hoje faz parte da família. Está tão integrada, que quando o pessoal sai a correr em serviço ela vai atrás dele", assegurou Jose.

O responsável por aquele estabelecimento prisional explica que a cadela está regularmente em contacto com o dono e que em alguns dias dorme mesmo nos calabouços.