França

Casal português morre em acidente no regresso ao Luxemburgo

Casal português morre em acidente no regresso ao Luxemburgo

Um jovem casal português morreu, este domingo, num acidente de viação, em França, quando regressava ao Luxemburgo.

O casal, natural da aldeia de Pousios, no concelho de Pombal, em Leiria, foi vítima de um choque em cadeia, que ocorreu cerca as 6 horas da manhã deste domingo, em Santenay (Loir-et-Cher), na A-10, autoestrada que liga Paris a Bordéus.

As vítimas, de 32 e 34 anos, regressavam ao Luxemburgo após as férias. O homem foi identificado como Carlos Silva e a como mulher Rita Antunes. Residiam na comuna de Lasauvage, no sul do Grão-Dicado, adianta o jornal local Lux24.

O embaixador de Portugal no Luxemburgo, António Gamito, adiantou que a família das vítimas, tanto em Portugal como em França, foi notificada do acidente e que só a partir das 8 horas da manhã de segunda-feira poderá proceder à identificação dos corpos, que foram trasladados para Saint-Gervais de la Fôret, perto de Blois, em França.

Carlos e Rita deixam uma filha de 15 meses, que seguia na viatura e não sofreu ferimentos. Por precaução, a criança foi transportada para o hospital Clocheville, em Tours, revela o jornal luxemburguês Bom Dia. Tudo indica que o bebé que "se encontra bem", avançou, ao JN, o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro. O governante acrescentou que aquele hospital está em contacto com "uma unidade hospitalar do Luxemburgo que está a acompanhar a situação da evolução da criança". O cônsul honorário em Tours também se deslocou ao hospital para se encontrar com os responsáveis da unidade de saúde.

Segundo o jornal Contacto, houve um primeiro acidente entre dois veículos, em que um ficou na via de circulação e foi atingido por outro automóvel. Era neste segundo carro que seguiam as vítimas portuguesas.

A A10 esteve cortada durante várias horas entre Château-Renault e Blois. Do acidente resultaram ainda mais cinco feridos, dois dos quais em estado grave.