Paris

Jogo Assassin's Creed pode ajudar a reconstruir Notre-Dame

Jogo Assassin's Creed pode ajudar a reconstruir Notre-Dame

E se um videojogo fosse a melhor fonte de dados para a reconstrução de um monumento centenário destruído pelas chamas? Parece uma piada, mas não é. Os desenhos usados para recriar Notre-Dame no jogo Assassin's Creed Unity, de 2014, podem ajudar a reconstruir a catedral atingida por um grande incêndio na segunda-feira.

Segundo um artigo publicado em 2014 no portal "The Verge", a designer Caroline Miousse, da empresa de entretenimento Ubisoft, passou dois anos a estudar cada detalhe da catedral de Notre-Dame para criar a representação mais exata possível no jogo.

"Fiz outras coisas para o jogo, mas 80% do meu tempo foi utilizado na Notre-Dame", disse a designer àquele portal. Isto porque a catedral é o monumento central de "Unity", cujo enredo se desenvolve em Paris e no qual os jogadores podem explorar na totalidade, tanto no exterior como no interior.

Neste vídeo do YouTube, por exemplo, é possível ver a personagem principal da trama em ação na catedral de Notre-Dame.

A série de jogos "Assassin's Creed" é conhecida pelas recriações detalhadas de lugares históricos.

Andrew Webster, do "The Verge", escreveu sobre o trabalho de Miousse na recriação da catedral: "Ela baseou-se em fotos para detalhar a arquitetura e trabalhou com outros artistas para garantir que cada tijolo fosse como deveria ser".

Se a Ubisoft irá oferecer as suas informações digitais ao governo da França, ainda não se sabe. Os representantes não responderam a um pedido do site Business Insider.

O presidente francês disse, esta terça-feira, pouco mais de 24 horas depois do início do incêndio na Catedral de Notre-Dame, que espera que as obras de reconstrução do emblemático templo, fortemente danificado pelas chamas, estejam concluídas dentro de cinco anos.

"O que vimos esta noite em Paris, todos juntos ali, foi essa capacidade de nos mobilizarmos, de nos unirmos para vencer", disse Emmanuel Macron, num discurso ao país, às 20 horas locais (19 horas em Portugal continental).

Imobusiness