Coletes amarelos

O pugilista que, só com as mãos, fez a polícia francesa recuar

O pugilista que, só com as mãos, fez a polícia francesa recuar

O vídeo de um homem a saltar para a ponte Leopold-Sédar-Senghor, em Paris, e a enfrentar ao murro agentes do corpo de intervenção, na manifestação de sábado dos coletes amarelos, tornou-se simbólica deste protesto. Hoje, soube-se que o protagonista do vídeo é um antigo pugilista, que chegou a ser campeão de pesos-médios em França.

Numa sequência de Tweets, o Sindicato Nacional de Comissários de Polícia divulgou primeiro uma imagem do pugilista, dizendo que o homem deveria ser identificado, depois das agressões aos agentes.

Mais tarde, deixou um aviso. "Caro senhor, você que atirou um colega ao chão foi identificado. Para um pugilista, parece não respeitar muito as regras. Nós vamos ensinar-lhe o código penal".

Depois, o mesmo sindicato alertou que a carreira do atleta estava terminada, por este não ter os valores requeridos. Não se sabe no entanto se o suspeito foi já interpelado pelas autoridades, para responder por agressões.

A Federação Francesa de Boxe também reagiu ao incidente, criticando o antigo pugilista profissional por ter demonstrado "valores totalmente contrários" ao do desporto. Aproveitou também para endereçar apoio à família da vítima.

Imobusiness