Catalunha

Parlamento catalão aprova proclamação de independência

Parlamento catalão aprova proclamação de independência

O parlamento regional aprovou, esta sexta-feira, a proclamação da Catalunha enquanto república independente e soberana.

"Constituir uma república catalã como estado independente soberano, democrático e social", esta declaração concreta de independência foi votada pelas duas formações independentistas catalãs (Juntos pelo Sim e CUP).

A independência foi aprovada com 70 votos a favor, 10 contra e dois votos em branco. Depois de a presidente do parlamento ter confirmado a aprovação, os deputados juntaram-se a cantar o hino da Catalunha, "El Segadors".

O momento foi acompanhado nas ruas de Barcelona e outras cidades catalãs por milhares de pessoas, que festejaram a declaração de independência.

Os deputados que se opõem à independência da Catalunha abandonaram a sessão plenária do parlamento regional antes de ser posta a votação a declaração unilateral de independência. A oposição deixou algumas bandeiras de Espanha nos lugares que agora estão vazios, enquanto a presidente da assembleia lia a proposta de declaração de independência antes de a submeter à votação.

Por esta altura, Madrid discute e vota a aplicação de um artigo que permite ao Governo intervir diretamente na Catalunha, destituir o governo catalão e tomar conta da polícia regional, em Barcelona. Ainda esta sexta-feira, Madrid deverá aplicar o artigo 155, que retira os poderes ao governo regional. Segundo os jornais espanhóis, o Tribunal Constitucional, em Madrid, deverá declarar nula nas próximas horas a proclamação de independência.

Recorde-se que o Governo catalão e todos os movimentos e associações separatistas defendem que a independência foi legitimada pelo referendo de 1 de outubro último, que foi considerado ilegal pelo Estado espanhol.