EUA

Tratadora morta por leão duas semanas após ser contratada

Tratadora morta por leão duas semanas após ser contratada

Uma estagiária recentemente contratada por um parque de vida selvagem foi morta por um leão, depois de o animal ter escapado da jaula onde estava na Carolina do Norte, EUA.

O leão atacou Alexandra Black, de 22 anos, enquanto o recinto onde o animal estava alojado era limpo, num centro animal no domingo.

A rapariga, que tinha acabado a licenciatura na Universidade do Indiana, estava a trabalhar num parque animal na Carolina do Norte há apenas duas semanas, explica a "Sky News", citando fontes próximas da família.

Num comunicado tornado público, a família descreve a rapariga como uma "linda jovem que tinha acabado de iniciar a sua carreira profissional". "É um terrível acidente e estamos todos de luto. Mas sabemos que morreu a fazer o que amava", acrescentaram.

A polícia adiantou que o animal foi morto a tiro depois de terem falhado as várias tentativas de o tranquilizarem.

Responsáveis pelo Conservators Center explicaram que abateram o leão para preservar os restos mortais da vítima. "Perdemos hoje uma pessoa e um animal. Hoje também perdemos um bocadinho de fé em nós próprios", lamentou um dos responsáveis pelo parque animal.