Animais

"Jacaré de Hitler" que sobreviveu à Segunda Guerra Mundial morreu aos 84 anos

"Jacaré de Hitler" que sobreviveu à Segunda Guerra Mundial morreu aos 84 anos

Saturno tinha 84 anos e durante anos foi atribuído como um dos animais de estimação de Adolf Hitler, figura máxima da Alemanha Nazi. O jacaré sobreviveu a um bombardeamento durante a Segunda Guerra Mundial e viveu os últimos anos em Moscovo, na Rússia.

Pode-se dizer que Saturno teve uma vida cheia. Nasceu no Mississípi, nos Estados Unidos, e foi transferido para o jardim de zoológico de Berlim, na Alemanha, em 1936. Durante anos carregou um mito demasiado pesado (até mesmo para um jacaré) o de ser um dos animais de estimação de Adolf Hittler. No entanto, tudo não passou de um rumor. Há quem diga que o ditador da Alemanha Nazi terá visitado o zoo de Berlim e gostou particularmente de Saturno, mas não há provas de que o animal estivesse na sua posse.

Este sábado, o jardim zoológico de Moscovo, na Rússia, onde Saturno vivia atualmente e há 74 anos, despediu-se de uma das suas maiores estrelas. Aos 84 anos, se falasse, o jacaré teria muito para contar. Durante a estadia na Alemanha, em 1943, o jacaré escapou a um bombardeamento no zoo de Berlim. Foi encontrado apenas em 1946 por soldados britânicos e foi entregue à Rússia como um presente. Ainda é um mistério como é que Saturno escapou às bombas que dizimaram Berlim naquele dia.

"Para nós, o Saturno representa uma era e dizemo-lo sem o mínimo exagero. Ele viu a maioria de nós quando ainda erámos crianças. Esperamos não desapontá-lo", escreveu o zoo de Moscovo em comunicado. O mito de que o jacaré pertencia a Adolf Hitler terá começado quando o animal chegou à Rússia em julho de 1946, mas é o próprio jardim zoológico que agora desvaloriza a história. "Mesmo que teoricamente, ele pertencesse a alguém, os animais não se envolvem em guerra e política, é um absurdo culpá-los pelos pecados humanos", afirmaram.

Saturno pode ter sido um dos jacarés mais velhos do mundo. A esperança de vida nos jacarés americanos varia entre os 30 e os 50 anos. Aos 84 anos, alimentava-se de coelhos, ratos e peixe. "Ele [Saturno] era exigente na comida e adorava ser massajado com uma escova. Senão gostava de alguma decoração, ele roía", conclui o jardim zoológico de Moscovo.

Outras Notícias