Mundo

Adolescente vende rim para comprar iPhone e iPad

Adolescente vende rim para comprar iPhone e iPad

As autoridades chinesas indiciaram esta sexta-feira cinco pessoas no centro da China por envolvimento no tráfico ilegal de órgãos humanos, depois de um adolescente ter vendido um rim para comprar um iPhone e iPad, informou a agência Xinhua.

A agência chinesa indicou que os procuradores da cidade de Chenzhou acusaram os suspeitos pela organização da operação de remoção e transplante de um rim de um estudante de 17 anos.

Entre os acusados está um cirurgião, um empreiteiro de um hospital local, e corretores que buscavam doadores online e alugaram uma sala de cirurgia para realizar a operação.

Segundo a Xinhua, cerca de 1,5 milhões de pessoas na China precisam de transplantes, mas apenas cerca de 10.000 transplantes são realizados anualmente, contribuindo para o aumento do tráfico ilegal de órgãos.