EUA

"Não me ponha algemas!" Menina de seis anos detida numa escola na Florida

"Não me ponha algemas!" Menina de seis anos detida numa escola na Florida

A chorar e a pedir ajuda, uma menina de seis anos foi detida numa escola da Florida por se ter portado mal. Aconteceu em setembro de 2019, mas a família teve agora acesso às imagens da detenção e decidiu revelá-las.

"Para que são?", questionou a menina ao ver um polícia entrar numa sala da escola com abraçadeiras de plástico na mão. "São para ti", respondeu o agente. "Não me ponha algemas!", pediu, assustada. Seguem-se apelos de ajuda, choro compulsivo e momentos evidentes de stress da criança no percurso em que é escoltada até ao carro-patrulha.

"Ajude-me", ouve-se a menina dizer. "Não quero ir para o carro da polícia. Não, por favor. Dê-me uma segunda oportunidade!", apelou insistentemente, sempre a chorar, com as mãos presas atrás das costas. "Por favor! Por favor. Não!", ouve-se ainda a dizer antes de o polícia fechar a porta do veículo. Foi levada para um centro de detenção juvenil.

Segundo a imprensa internacional, a menina chama-se Kaia Rolle e a escola chamou a polícia depois de a criança se ter portado mal - terá feito birra, dando pontapés e socos numa professora. Foi a câmara de vídeo (body camera) presa ao uniforme do agente Dennis Turner que captou o momento da detenção, a 19 de setembro de 2019, numa escola de Orlando, na Florida.

No regresso ao interior da escola, três mulheres - funcionárias e/ou responsáveis do estabelecimento - questionaram o polícia sobre a necessidade de ter algemado a criança. O agente justificou a decisão revelando que, até então, a pessoa mais nova que tinha detido tinha 7 anos. "Já detive 600 pessoas, nos últimos 28 anos", disse. "Sete anos é o seu [detido] mais novo?", questionou uma das mulheres na imagem. "Sim. Ela [a menina] tem oito, não é?", perguntou Dennis Turner, que assim ficou a saber que a menina tinha seis anos. "Tem seis? Então bati o meu recorde", afirmou.

A família teve acesso às imagens da detenção na passada terça-feira (dia 25) e, segundo a empresa de advogados que a representa, decidiu revelar a gravação para mostrar que a detenção da criança foi desproporcionada.

Kaia foi já transferida para outra escola. A mãe, Meralyn Kirkland, explicou que o temperamento da filha deve-se ao facto de ter apneia do sono, doença que deixa as pessoas, durante o dia, muito cansadas, com dificuldades de concentração, alterações de humor e dores de cabeça frequentes.

O agente Dennis Turner foi demitido da polícia de Orlando após um inquérito interno ter concluído que não seguiu o protocolo exigido nestes casos, que prevê aprovação de um superior para deter uma criança com menos de 12 anos.

Segundo a imprensa da Florida, Dennis Turner prendeu um menino de seis anos no mesmo dia.

A procuradora Aramis Ayala anunciou que as acusações de mau comportamento contra Kaia foram retiradas.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG