O Jogo ao Vivo

França

O espetáculo noturno que esconde o drama dos produtores de vinho

O espetáculo noturno que esconde o drama dos produtores de vinho

Produtores de vinho franceses estão a fazer fogueiras e queimar fardos de palha no meio das vinhas para combater a geada e tentar salvar as colheitas.

A procissão de velas que enche, à noite, hectares de vinha no Oeste de França, nas zonas de Bordéus e Borgonha, esconde o drama de dezenas de vitivinicultores franceses, que tentam salvar as colheitas, surpreendidos por uma vaga de frio tardia que ameaça as videiras, já com os cachos em formação.

Com as temperaturas a descer até aos cinco graus negativos, os produtores desesperam para combater o gelo que se acumula nas vinhas.

"Com duas noites seguidas de frio, aumenta para o dobro o risco de estragos na vinha", disse Laurent Pinson, em declarações à agência Reuters. Proprietário de 14 hectares na zona de Chablis, famosa pelo vinho branco, conta que acendeu cerca de 400 fogueiras entre as vinhas.

O frio não é o único problema dos produtores, que usam vários recursos para proteger a vinha. Queimam fardos de palha pela manhã, para criar um escudo de fumo e evitar que o sol das primeiras horas da manhã queime os cachos congelados durante a noite, e instalaram aquecedores e ventoinhas que misturam o ar mais frio junto ao solo com o mais quente acima.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG