Iémen

Pescadores encontram tesouro de 1,8 milhões de euros na barriga de cachalote

Pescadores encontram tesouro de 1,8 milhões de euros na barriga de cachalote

Uma carcaça de cachalote a boiar junto à costa o Iémen mudou a vida de 35 pescadores, que encontraram um tesouro de mais de um milhão de euros na barriga do cetáceo.

Um grupo de pescadores detetou uma carcaça de cachalote à deriva no golfo de Adem, no sul do Iémen, um dos países mais pobres do Mundo, dilacerado por uma guerra civil de vários anos. Na barriga do cetáceo estava um tesouro que mudou a vida de centenas de pessoas.

O cheiro típico do vómito da baleia foi identificado por um pescador, que avisou os outros para o potencial da carcaça à deriva ao largo da costa. O grupo fez-se ao mar e encontrou o "jackpot" que mudou a vida de uma aldeia inteira. Na barriga do cetáceo estavam cerca de 127 quilogramas de âmbar cinzento, avaliados em 1,5 milhões de dólares (1,8 milhões de euros), conta a BBC.

O produto, usado em cosmética e no fabrico de instrumentos médicos, foi comprado por um investidor dos Emirados Árabes Unidos, reportou o jornal "Times of India".

Os pescadores dividiram o dinheiro em partes iguais e compraram casas, carros, e barcos novos. Ajudaram outros pescadores e habitantes necessitados e doaram dinheiro para caridade.

Segundo as Nações Unidas, no Iémen, com uma população de cerca de 24 milhões de pessoas, cerca de 80%, aproximadamente 20 milhões de seres humanos, "precisam de ajuda humanitária e proteção". Uma guerra civil de vários anos, alimentada por interesses geoestratégicos estrangeiros, deixou o país de rastos.

O âmbar cinzento é encontrado em cerca de 5% dos cachalotes. Segundo os cientistas, este material forma-se porque os cachalotes não conseguem digerir os bicos das lulas. De acordo com teorias recentes, a substância é regurgitada como um mecanismo para proteger os intestinos dos cetáceos.

PUB

Atualmente, o âmbar cinzento é usado essencialmente pela indústria de cosmética, utilizado como fixador das fragrâncias de inúmeros perfumes produzidos a nível mundial.

Esta não é a primeira vez que o vómito de baleia muda a vida a alguém. Em 2016, três pescadores de Oman encontraram cerca de 80 quilos de âmbar cinzento, avaliados, então, em cerca de 3,2 milhões de euros.

Quatro anos depois, três pescadores tailandeses encontraram cerca de 100 quilos do valioso vómito de baleia, que venderam por cerca de 3,5 milhões de euros.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG