Abidjan

Presidente francês diz que "colonialismo foi um erro profundo"

Presidente francês diz que "colonialismo foi um erro profundo"

O Presidente francês, Emmanuel Macron, disse, sábado, na visita oficial à Costa do Marfim, que "o colonialismo foi um erro profundo".

Em conferência de imprensa em Abidjan, acompanhado pelo Presidente da Costa do Marfim, Alassane Ouattara, o chefe de Estado francês disse que "demasiadas vezes, ainda hoje, a França é percebida" como tendo "um olhar de hegemonia e de um colonialismo ridículo, que foi um erro profundo, uma falha da República" francesa, assumiu, frisando que é preciso "virar uma nova página" nas relações com os países francófonos.

A declaração de Macron remete para as suas afirmações quando era candidato à presidência francesa, em fevereiro de 2017, a uma televisão argelina, à qual disse que a colonização foi "um crime contra a humanidade" e "uma barbárie".

A colonização "faz parte do passado", mas deve ser olhada "de frente", realçou, na altura, defendendo que se peça "desculpa" aos que foram alvo do colonialismo.

Os Presidentes francês e marfinense anunciaram, este sábado, o fim do franco CFA, a moeda criada em 1945 e contestada por uma grande parte das opiniões públicas dos agora países independentes como um resquício da presença colonial francesa.

Outras Notícias