Mundo

Rússia força submarino dos EUA a zarpar de águas territoriais no Pacífico

Rússia força submarino dos EUA a zarpar de águas territoriais no Pacífico

Um navio russo da Frota do Pacífico perseguiu um submarino nuclear norte-americano da classe Virgina para fora de suas águas territoriais nas Ilhas Curilas, no oceano Pacífico.

O "destroyer" russo "Marechal Shaposhnikov" transmitiu uma mensagem submarina ordenando que o submarino americano "subisse à superfície". Perante a recusa, "meios" não identificados foram usados para forçar o submarino a "deixar as águas territoriais russas a toda velocidade", de acordo com um comunicado de imprensa do Ministério da Defesa da Rússia.

Segundo o comunicado, o incidente ocorreu às 10.40 horas deste domingo. Devido a este incidente, o Ministério dos Negócios Estrangeiros russo convocou o adido militar dos EUA, segundo a agência de notícias oficial russa Sputnik.

A área do incidente era o local de um exercício planeado pelas forças russas da Frota do Pacífico, de acordo com o Ministério da Defesa russo.

Este incidente, sobre o qual os Estados Unidos ainda não se pronunciaram, ocorre em pleno escalar de tensão entre a Rússia e a NATO devido à concentração de forças militares russas junto da fronteira com a Ucrânia, um possível prelúdio de uma invasão, segundo a Aliança Atlântica.

O Kremlin nega categoricamente qualquer intenção de realizar uma invasão da Ucrânia.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG