Guerra

Rússia quer cercar tropas ucranianas que combatem no Donbass

Rússia quer cercar tropas ucranianas que combatem no Donbass

Londres acredita que a Rússia se prepara para cercar as forças ucranianas em combate na região do Donbass, no leste do país, estando a deslocar tropas das suas posições em Kharkiv, no norte, e Mariupol, no sul.

Segundo um relatório do serviço de informação militar publicado este domingo pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a Rússia "parece estar a concentrar os seus esforços em cercar as forças ucranianas que estão a combater nas regiões separatistas no leste do país".

Para tal, Moscovo está a deslocar tropas que estavam colocadas em Kharkiv e Mariupol, onde estão em curso duas das principais batalhas da guerra.

A Rússia afirmou na sexta-feira que o objetivo do seu exército, concluída a primeira fase da guerra, é concentrar-se no Donbass, anúncio que o Governo ucraniano e os seus aliados receberam com ceticismo.

No Donbass, o líder da autoproclamada república separatista de Lugansk, Leonid Paschenik, admitiu hoje a realização, "num futuro próximo", de um referendo sobre a integração do território pró-russo na Rússia.

"Creio que num futuro próximo se celebrará um referendo no território da república, em que as pessoas exercerão o seu direito constitucional absoluto e expressarão a sua opinião sobre se querem unir-se à Federação Russa. Por alguma razão, estou seguro de que isso é exatamente o que acontecerá", disse, citado pela agência oficial TASS.

O presidente ucraniano, por seu lado, avisou Moscovo de que está a semear um profundo ódio anti-russo entre os ucranianos, à medida que os seus ataques reduzem as cidades do país a escombros, matam civis, empurram outros para abrigos e forçam muitos a procurar comida e água para sobreviver.

PUB

"Estás a fazer tudo para que o nosso povo abandone a língua russa, porque a língua russa será agora associada, não só a ti, mas às tuas explosões e homicídios, aos teus crimes", disse Volodymyr Zelensky num vídeo divulgado no sábado à noite.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG