Saúde

Tanzânia investiga doença misteriosa que já matou três pessoas

Tanzânia investiga doença misteriosa que já matou três pessoas

A Tanzânia enviou uma equipa de médicos e especialistas em saúde para o sudeste do país para investigar uma doença misteriosa que matou três pessoas, anunciaram as autoridades.

A doença, cujos sintomas incluem hemorragias nasais, febre, dores de cabeça e fadiga, foi detetada na região de Lindi, disse Aifello Sichalwe, diretor-geral da Saúde. "O Governo reuniu uma equipa de profissionais que ainda estão a investigar essa doença desconhecida", disse Sichalwe, em comunicado, pedindo à população que se mantenha calma.

Um total de 13 casos foi detetado, três dos quais resultaram em óbitos. Sichalwe acrescentou que os pacientes testaram negativo para Ébola, vírus Marburgo e a covid-19. Um deles está curado enquanto os outros estão em confinamento solitário.

PUB

O Gana detetou dois casos suspeitos do vírus Marburgo, uma febre hemorrágica quase tão mortal quanto o Ébola, na semana passada.

Numa reunião religiosa realizada na terça-feira, a Presidente da Tanzânia, Samia Suluhu Hassan, afirmou que a doença "estranha" detetada em Lindi pode ter sido causada por "interações crescentes" entre humanos e animais devido à degradação ambiental.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG