Guerra

Tropas russas retiram-se da ilha da Serpente e abandonam posição estratégica

Tropas russas retiram-se da ilha da Serpente e abandonam posição estratégica

As forças ucranianas alegam terem expulsado as tropas russas da ilha da Serpente, ponto estratégico do Mar Negro na costa sul, perto da cidade de Odessa.

O Ministério da Defesa russo confirmou, esta quinta-feira, que as suas tropas se retiraram da ilha de Fidonisi (mais conhecida como ilha das Serpentes), uma posição tática no Mar Negro. "A 30 de junho, em sinal de boa vontade, as Forças Armadas russas cumpriram os objetivos fixados na Ilha das Serpentes e retiraram-se", afirmou o porta-voz do ministério da Defesa da Rússia, Igor Konashenkov, descrevendo a retirada como um sinal de "boa vontade" para facilitar as exportações de cereais da Ucrânia.

"Para organizar corredores humanitários de grãos como parte da implementação de acordos conjuntos alcançados com a participação da ONU, a Federação Russa decidiu deixar as suas posições na ilha da Serpente", acrescentou o representante de Moscovo, cujos eventuais planos de um ataque terrestre a partir daquele trecho da costa ficarão enfraquecidos em caso de uma retoma ucraniana do território.

PUB

O comandante das Forças Armadas da Ucrânia, Valeriy Zaluzhnyi, fez saber, por seu turno, que os veículos militares Bohdana, de fabrico ucraniano, desempenharam um papel importante no afastamento das forças invasoras da ilha da Serpente, e agradeceu aos parceiros ocidentais pelo apoio.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG