Na madrugada desta segunda-feira, Inglaterra levantou a maioria das restrições impostas para conter a propagação da pandemia. O uso da máscara deixou de ser obrigatório e as discotecas reabriram sem distanciamento social.

Desconfinamento

Britânicos em êxtase no regresso às discotecas: "Finalmente podemos dançar"

Britânicos em êxtase no regresso às discotecas: "Finalmente podemos dançar"

O alívio das medidas restritivas surge numa altura em que o país enfrenta uma nova vaga da pandemia, com mais de 50 mil novos casos por dia. Por isso, vários cientistas lançaram um apelo ao governo britânico para não avançar para o já chamado "dia da liberdade" e não pôr em causa os esforços mundiais para controlar a propagação do SARS-CoV-2.

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, justificou a decisão com o êxito da vacinação - dois terços dos adultos têm as duas doses -, que reduziu a doença grave, as hospitalizações e as mortes, afastando o risco de sobrecarga do sistema de saúde. No domingo, o governante inglês pediu também "cautela" aos britânicos, relembrando que a pandemia ainda não terminou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG