Guerra

Visita do Papa à Ucrânia "em cima da mesa"

Visita do Papa à Ucrânia "em cima da mesa"

Na sequência de várias solicitações das principais figuras políticas da Ucrânia, o Papa Francisco admitiu visitar o país.

O Papa disse, este sábado, que "está em cima da mesa" uma viagem à Ucrânia, ao responder a uma questão colocada pela imprensa durante o voo para Malta, onde vai realizar uma visita de dois dias.

Tanto o presidente da Ucrânia como o autarca de Kiev tinham convidado o chefe da Igreja Católica a visitar o país para mostrar proximidade com a população ucraniana. Quando Francisco e Zelensky conversaram, por telefone, a 22 de março, o líder ucraniano assegurou ao Papa que "é o convidado mais esperado no país". O pontífice respondeu que estar "a rezar e a fazer todo o possível para acabar com a guerra, provocada após a invasão da Rússia".

O Papa alertou também, este sábado, para o risco de "uma guerra prolongada e fria que pode sufocar a vida de povos e gerações inteiras".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG