Pandemia

Acidente obriga a deitar fora centenas de vacinas contra a covid no Hospital de Penafiel

Acidente obriga a deitar fora centenas de vacinas contra a covid no Hospital de Penafiel

Um lote com centenas de vacinas contra a covid-19 que ia ser administrado aos profissionais do Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa (CHTS), em Penafiel, foi danificado durante a noite de segunda para terça-feira, impossibilitando a sua utilização.

Ao JN, fonte do Conselho de Administração do CHTS afirmou que "tudo indica que [a falha] estará associada a uma utilização inadequada do sistema de refrigeração da farmácia do hospital". A mesma fonte garantiu ainda que "o Conselho de Administração ordenou de imediato a abertura de um processo de inquérito, para apuramento detalhado do sucedido e das respetivas responsabilidades, estando em avaliação a apresentação de participação por eventual processo-crime".

As vacinas em causa, 113 frascos que dariam para 600 doses, iriam ser utilizadas para vacinar os profissionais de saúde nesta terça-feira. Face ao sucedido, o Centro Hospitalar "realizou diversas diligências de forma a que sejam repostas rapidamente as vacinas inutilizadas. As vacinas devem chegar já amanhã, quinta-feira, procedendo-se à vacinação de imediato dos profissionais entre amanhã [quinta-feira] e sábado", esclareceu a unidade hospitalar, em resposta enviada ao JN.

"Atendendo à sensibilidade que esta questão comporta e à sua relevância social, foram ainda determinadas medidas reforçadas de vigilância permanente no local, sempre que existam vacinas para ser administradas", rematou o CHTS, lamentando o sucedido. "Tal situação é de lamentar profundamente, uma vez que, quer no CHTS quer em toda a rede do Serviço Nacional de Saúde, são fornecidas instruções de trabalho específicas para o seu manuseamento, motivo também pelo qual o Conselho de Administração está determinado em apurar com detalhe o que aconteceu".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG