Ajuda

Alto Comissariado para as Migrações recebeu mais de 700 contactos em linha de apoio à Ucrânia

Alto Comissariado para as Migrações recebeu mais de 700 contactos em linha de apoio à Ucrânia

Desde que o Alto Comissariado para as Migrações (ACM) criou canais de comunicação específicos para apoiar os refugiados da Ucrânia, já recebeu mais de 700 contactos, 625 dos quais realizados através do endereço de e-mail criado para o efeito. Organismo público assinala "disponibilidade e solidariedade" da população portuguesa na resposta à emergência humanitária.

A linha telefónica de apoio a migrantes, que fornece informações sobre o processo de acolhimento e integração em Portugal recebeu, entre os dias 28 de fevereiro e 3 de março, 101 contactos.

As chamadas têm chegado de pessoas que estão em países vizinhos da Ucrânia e querem entrar em Portugal e o contrário, de cidadãos que estão em Portugal sem possibilidade de regressar ao país de origem, a Ucrânia. A Linha de Apoio a Migrantes funciona de segunda a sexta-feira e conta com um serviço de tradução, com tradutores de ucraniano e russo.

Alojamento e ofertas de emprego

Esperando o fluxo de refugiados que chegará a Portugal nos próximos dias, o Alto Comissariado para as Migrações está a organizar as ofertas de alojamento que têm surgido em todo o país. "Está em curso a elaboração de um mapeamento das disponibilidades de acolhimento existentes e ofertas de emprego, que está em permanente atualização. Para além destas duas vertentes, também se afigura necessário identificar e mapear todas as restantes necessidades destes cidadãos e que podem passar pela saúde, bens essenciais ao nível da alimentação e vestuário, a educação, a aprendizagem da língua portuguesa, entre outras", explica ao JN.

O organismo público lembra que as ofertas de alojamento, emprego ou voluntariado podem ser feitas através do endereço de e-mail criado pelo Alto Comissariado para as Migrações. "Poderão também juntar-se às associações de imigrantes ucranianos, que têm desenvolvido inúmeras iniciativas de apoio a esta comunidade ou outras entidades, tais como municípios/autoridades municipais", acrescenta.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG