Educação

Alunos do Profissional entram no Superior sem fazer os exames

Alunos do Profissional entram no Superior sem fazer os exames

No próximo ano, os diplomados dos cursos profissionais já vão poder candidatar-se ao Ensino Superior (ES) através de uma nova via de acesso, os concursos locais, que têm em ponderação a nota final do curso e a prova de aptidão profissional e não os exames nacionais.

Contudo, trata-se de uma medida limitada, porque de adesão voluntária por parte das instituições, e que só fará "sentido ocorrer onde há mais proximidade com escolas profissionais", revela ao JN o ministro da Ciência e Ensino Superior. A proposta está a ser ultimada e conta já com o aval tanto do Conselho de Reitores, como do Conselho Coordenador dos Politécnicos.

Esta é uma das várias medidas inscritas no "Contrato para a Legislatura" 2019-2023 que é hoje assinado entre o Governo, na pessoa do primeiro-ministro, e os reitores e presidentes dos politécnicos. Que põe a tónica no alargamento da base social do Superior, depois de António Costa ter deixado claro, no final da anterior legislatura, que era urgente "eliminar as barreiras que introduzem fatores de desigualdade à entrada no ES" daqueles estudantes.

Ler mais na edição impressa ou epaper.