Sensibilização

Campanha pretende apelar à reciclagem de equipamentos eletrónicos

Campanha pretende apelar à reciclagem de equipamentos eletrónicos

Com o crescente aumento da presença dos Equipamentos Elétricos e Eletrónicos (EEE) no nosso quotidiano, maior é o número de Resíduos de EEE (REEE) depositados em aterros. Contaminando a água e os solos, estes resíduos apresentam-se como um risco para a saúde pública. Tendo em vista reduzir os efeitos prejudiciais dos REEE, será promovida uma campanha nacional de sensibilização "Reciclar no Sentido Certo".

A campanha tem por objetivo "mostrar aos portugueses o destino certo para os aparelhos eletrónicos que já não funcionam" e vai decorrer durante o mês de outubro nos meios de televisão, rádio e online.

As entidades gestoras de Resíduos de Equipamentos Elétricos e Eletrónicos (REE) Electrão, ERP Portugal e E-Cycle em conjunto com a Agência Portuguesa do Ambiente (APA) e a Direção-Geral das Atividades Económicas (DGAE), que organizam esta iniciativa, pretendem também consciencializar os cidadãos para os malefícios da não reciclagem dos REEE. Quando depositados no lixo comum, estes vão "parar a aterros e acabam por libertar substâncias nocivas que poluem os solos e linhas de água e consequentemente contaminam a cadeia alimentar".

A campanha pretende ensinar e guiar o cidadão comum a dar um rumo "certo" aos seus equipamentos elétricos e eletrónicos que chegam ao seu fim de vida e já não têm reparação possível. Alertando para a importância do processo de reciclagem, com o apelo à "participação ativa dos cidadãos, através da entrega dos seus resíduos nos locais apropriados", a campanha disponibiliza na sua plataforma a informação necessária sobre a localização dos locais de entrega (consulte o mapa em www.reciclarnosentidocerto.pt). Há dezenas de locais onde essa entrega pode ser feita, desde escolas a lojas que têm obrigação de os receber em determinadas circunstâncias, entre outros.

"Em 10 anos, passámos de vender 120 milhões/ano de smartphones no mundo para 1500 milhões", sublinhou a secretária de Estado do Ambiente, Inês Santos Costa, citada no comunicado da campanha, inserida no Plano de Ação dos REEE. "A importância de uma eficiente gestão de resíduos não se esgota em motivos ambientais", refere ainda João Veloso da Silva Torres, secretário de Estado do Comércio, Serviços e Defesa do Consumidor no mesmo comunicado.

O secretário de Estado alerta que a correta reciclagem dos materiais componentes dos REEE tem também um grande impacto na economia, impulsionando a criação de empresas, rendimento e emprego.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG