O Jogo ao Vivo

Religião

Cardeal Tolentino diz que a Igreja tem de olhar para as pessoas

Cardeal Tolentino diz que a Igreja tem de olhar para as pessoas

O cardeal José Tolentino de Mendonça considerou este sábado que a Igreja tem de continuar a olhar para as pessoas, num momento em que se vive "no olho do furacão" e "uma mudança de época".

"Também nós estamos no olho do furacão. Nesta mudança de época que nós vivemos, o que está no centro é o legado do cristianismo, que é a conceção da pessoa humana, que nasce com o cristianismo e tem sido a charneira do pensamento da igreja", afirmou José Tolentino de Mendonça no Congresso Diocesano da Pastoral Sócio-Caritativa em Torres Vedras.

Durante a conferência "Caridade e profecia: uma reflexão para o presente", a partir de um vídeo que enviou ao congresso, José Tolentino de Mendonça citou várias encíclicas e outras reflexões de vários Papas desde os finais do século XIX, os quais, ao longo das décadas, demonstraram que a igreja deveria acompanhar os problemas e as preocupações do mundo.

O Congresso Diocesano da Pastoral Sócio-Caritativa decorre hoje no Centro Pastoral de Torres Vedras, no distrito de Lisboa, com a participação de uma centena de fiéis presentes e outra centena a assistir através da Internet.

O congresso assinala os dois anos pastorais dedicados à caridade, subordinados ao tema "Sair com Cristo ao encontro de todas as periferias", o mesmo do evento.

O congresso prossegue com painel sobre "A igreja do centro das periferias", com a participação das pastorais da deficiência, dos ciganos, das prisões e da mobilidade, o congresso reflete sobre a Jornada Mundial da Juventude, que acontece em 2023.

O congresso encerra com a conferência "As periferias como lugar privilegiado da presença da Igreja", pelo cardeal-patriarca de Lisboa Manuel Clemente, e uma eucaristia.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG