Covid-19

Certificado válido só 14 dias após vacinação completa

Certificado válido só 14 dias após vacinação completa

Para acesso a eventos ou para dar entrada em estabelecimentos de hotelaria, alojamento local ou restaurantes, de acordo com as regras mais recentes, mesmo quem já tem um certificado relativo a uma dose terá de apresentar teste negativo.

O certificado digital covid-19 da UE relativo à vacinação só é válido para acessos sem restrições, em Portugal, 14 dias após a conclusão do esquema vacinal. Isto significa que para acesso a eventos ou para dar entrada em estabelecimentos de hotelaria, alojamento local ou restaurantes, de acordo com as regras mais recentes, mesmo quem já tem um certificado relativo a uma dose terá de apresentar teste negativo.

A app que lê os certificados digitais ("Passe Covid") considera inválidos os documentos com apenas uma dose da vacina e alerta que "Ainda não foram tomadas todas as doses da vacina!". Esses certificados não são úteis para viajar para os países da UE, sendo exigido um teste PCR negativo, tal como aos cidadãos que não estão vacinados de todo. Cada país define as suas regras, que podem ser consultadas no site reopen.europa.eu/.

"No caso português, de acordo com as indicações da Direção-Geral da Saúde e em linha com o previsto na Recomendação da União Europeia em matéria de viagens, apenas são admissíveis os certificados que atestem que o respetivo titular já tem o esquema vacinal completo, mediante inoculação de vacinas autorizadas pela EMA, há mais de 14 dias", esclareceu fonte do Ministério da Saúde. Os certificados são emitidos mesmo sendo inválidos no país, adiantou, porque "o Regulamento da União Europeia prevê que seja emitido um "certificado distinto para cada vacinação".

Esses certificados também não dão acesso automático aos restaurantes, nas zonas de risco elevado e muito elevado, aos fins de semana, sendo necessário cumprir com as regras dos testes.

Os Serviços Partilhados do Ministério da Saúde não dizem quantos certificados emitidos em Portugal (cerca de dois milhões até ontem) são válidos. Dado o esquema vacinal em vigor e as estatísticas da vacinação, pouco mais de três milhões de pessoas têm as duas doses e a maioria tem mais de 60 anos, sendo que 640 mil têm mais de 80 anos.

Seis meses é a validade máxima dos certificados digitais, mesmo que já tenham sido tomadas todas as doses da vacina ou que sejam relativos a recuperação da covid.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG