DGS

Confirmados 39 casos de varíola dos macacos em Portugal. Maioria tem menos de 40 anos

Confirmados 39 casos de varíola dos macacos em Portugal. Maioria tem menos de 40 anos

A Direção-Geral da Saúde informou, esta terça-feira, que foram confirmados mais dois casos de infeção humana pelo vírus Monkeypox, somando-se um total de 39 casos. A maioria das infeções ocorreu em Lisboa e Vale do Tejo, mas também há registo de casos nas regiões Norte e Algarve.

Em comunicado, a DGS disse que "os casos identificados mantêm-se em acompanhamento clínico, encontrando-se estáveis e em ambulatório". Os indivíduos infetados são homens entre os 27 e os 61 anos, tendo a maioria tem menos de 40. A maioria reside na região de Lisboa e Vale do Tejo, mas há também casos no Norte e no Algarve.

A autoridade de saúde garantiu que "estão em curso os inquéritos epidemiológicos dos casos suspeitos que vão sendo detetados, com o objetivo de identificar cadeias de transmissão, potenciais novos casos, respetivos contactos e ainda eventuais locais de exposição". Em comunicado, a DGS recomendou ainda que todos aqueles que "apresentem lesões ulcerativas, erupção cutânea, gânglios palpáveis, eventualmente acompanhados de febre, arrepios, dores de cabeça, dores musculares e cansaço" procurem ajuda clínica.

"Ao dirigirem-se a uma unidade de saúde, deverão cobrir as lesões. (...) Os indivíduos devem abster-se de contacto físico direto com outras pessoas e de partilhar vestuário, toalhas, lençóis e objetos pessoais enquanto estiverem presentes as lesões cutâneas, em qualquer estadio, ou outros sintomas", pode ler-se também no comunicado.

A DGS continua a acompanhar a situação a nível nacional em articulação com as instituições europeias.

O vírus Monkeypox é do género Ortopoxvírus (o mais conhecido deste género é o da varíola) e a doença é transmissível através de contacto com animais, ou ainda contacto próximo com pessoas infetadas ou com materiais contaminados.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG