Covid-19

DGS diz que Festa do Avante "tem legitimidade para ser realizada"

DGS diz que Festa do Avante "tem legitimidade para ser realizada"

A diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, afirmou, esta quarta-feira, em conferência de imprensa, que a Festa do Avante "tem legitimidade para ser realizada" e que a DGS está em "ampla conversação" com os promotores do evento.

"Os trabalhos de preparação da Festa do Avante são trabalhos de rigor e de minúcia, que implicam ampla conversação", explicou Graça Freitas, acrescentando que a DGS "elencou uma série de parâmetros que precisa de conhecer para se pronunciar e para que a entidade organizadora faça chegar documentos técnicos que permitam apreciar com rigor como está previsto que o evento decorra".

"O que acontece é que quem promove um evento - e este evento tem legitimidade para ser realizado - faz-nos chegar uma série de documentos técnicos, um plano de contingência, um plano de utilização do espaço, um plano de circuitos, uma série de coisas que nós analisamos. E depois aplicam-se àquela circunstância especial os normativos em vigor", acrescentou Graça Freitas.

"Estamos nesta fase de trabalho, trabalho, trabalho. Pedimos informação, pronunciamo-nos, pedimos nova informação e voltamo-nos a pronunciar", concluiu.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG