Exclusivo

É preciso gente para combater a fraude fiscal

É preciso gente para combater a fraude fiscal

Autoridade Tributária defende contratação de profissionais especializados em análises de dados.

A sub-diretora da Inspeção Tributária e Aduaneira, Ana Paula Neto, admitiu, ontem, que "é fundamental a disponibilização de recursos humanos" para o trabalho de combate à fraude e evasão fiscais. Numa conferência organizada pelo Sindicato dos Trabalhadores dos Impostos, em Braga, a responsável apontou para a necessidade de contratação de funcionários especializados na análise de dados, "o petróleo da inspeção que leva aos contribuintes incumpridores".

"A transformação digital é muito importante para a estratégia global da Autoridade Tributária. Os dados são muito importantes", sublinhou Ana Paula Neto, numa intervenção por vídeo, salientando que o organismo está numa fase "de digitalização de processos", mas precisa "de pessoas com competências específicas". "Temos pessoas com muitos anos de experiência e é bom. Mas é mau não trabalharmos com gerações mais novas para fazer diferente e trabalhar com tecnologias", asseverou a dirigente.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG