Saúde

Forças Armadas não operaram um único doente do SNS

Forças Armadas não operaram um único doente do SNS

Os ministérios da Defesa e da Saúde assinaram, no ano passado, um acordo para que o Hospital das Forças Armadas operasse doentes do Serviço Nacional de Saúde, ajudando na recuperação das listas de espera para cirurgia.

A colaboração foi vertida em letra de lei e está em vigor desde julho de 2018. Porém, não teve qualquer efeito. Nenhum doente do SNS foi, até agora, enviado para cirurgia no Hospital das Forças Armadas (HFAR).

A resposta enviada ao JN pelo gabinete do chefe do Estado-Maior- General das Forças Armadas sobre a concretização da portaria que regula os termos da colaboração, é clara. "Não foi operado nenhum doente" enviado pelos hospitais do SNS, "nem no polo do Porto nem no polo de Lisboa".

Ler mais na edição impressa ou versão e-paper