Exclusivo

Governo já sanciona empresas que fingem ser "verdes" e sustentáveis

Governo já sanciona empresas que fingem ser "verdes" e sustentáveis

Direção-Geral do Consumidor abriu nove processos de contraordenação sobre alegações ambientais e Executivo reconhece que o número de casos é crescente.

Num mundo em que a consciência ambiental é cada vez mais urgente, há um número crescente de empresas que se fazem passar por amigas do Ambiente. A Direção-Geral do Consumidor (DGC), tutelada pelo Ministério da Economia, tem abertos nove processos de contraordenação relativos a alegações ambientais, que se podem traduzir numa prática de "greenwashing" (branqueamento ecológico). O fenómeno levado a cabo por empresas e por instituições consiste em comunicar, através de marketing ou de publicidade, que se é sustentável ou ecológico com o intuito de atrair clientes ou de criar uma imagem "verde". Quando isso pode estar longe da verdade.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG