O Jogo ao Vivo

Covid-19

Há 33 concelhos em risco muito elevado ou extremo

Há 33 concelhos em risco muito elevado ou extremo

Trinta e três concelhos do território continental português, mais um do que há uma semana, apresentam risco de contágio pelo coronavírus SARS-CoV-2 muito elevado ou extremo. Seis municípios (menos um do que há oito dias) estão no grupo de incidência igual ou superior a 960 casos por 100 mil habitantes e 27 (mais três) no grupo entre os 480 e os 959,9.

Segundo o relatório da situação epidemiológica de covid-19 divulgado nesta sexta-feira pela Direção-Geral da Saúde, a incidência cumulativa entre o dia 19 de agosto e o dia 1 deste mês foi mais elevada no concelho de Marvão, no Alentejo, com 2246 casos de infeção.

O documento apresenta também a situação pandémica nas 24 horas de quinta-feira, com mais 1822 novos casos confirmados de contágio e seis novas vítimas mortais. O número de internados totalizava 681 (-14), dos quais 136 (-4) estavam em unidades de cuidados intensivos.

A matriz de risco analisada hoje indica que a incidência, a nível nacional, é de 295,5 casos por 100 mil habitantes, sendo de 302,6 no território continental. O fator de transmissibilidade R(t) continua inferior a 1, com 0,96 no país e 0,97 no continente.

O grupo de concelhos da incidência cumulativa a 14 dias mais severa reparte-se em partes iguais pelo Alentejo, Algarve e Trás-os-Montes, com dois municípios em cada uma das regiões. Ribeira de Pena (Trás-os-Montes, é o segundo concelho mais afetado (1436), seguindo-se Fronteira (Alentejo), com 1432.

Dos 27 concelhos no grupo de incidência dos 480 aos 969,9 casos por 100 mil habitantes, 12 são do Alentejo e do Algarve, destacando-se Portimão, com 862 contágios, seguido de muito perto por Boticas (Trás-os-Montes), com 812, e, um pouco mais afastado, por Vila Verde (Minho), com 765.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG