Exclusivo

Há dois casos suspeitos da hepatite aguda de origem desconhecida

Há dois casos suspeitos da hepatite aguda de origem desconhecida

Dois casos suspeitos da hepatite aguda de origem desconhecida em Portugal terão chegado ao conhecimento das autoridades de saúde europeias por canais informais, antes de serem oficialmente reportados à Direção-Geral da Saúde. As duas crianças terão sido assistidas num hospital privado em abril, mas tiveram evolução clínica favorável. Em todo o mundo há mais de 200 casos.

O último reporte da Organização Mundial da Saúde, feito esta terça-feira, aponta para um total de 228 casos de hepatite aguda de origem desconhecida em 20 países, a maioria europeus. Há ainda 50 casos suspeitos, uma morte confirmada e 18 crianças que precisaram de transplante de fígado.

Ao JN, o coordenador do Programa Nacional para as Hepatites Virais da Direção-Geral da Saúde (DGS) confirmou os dois casos suspeitos em Portugal, mas não indicou a unidade de saúde, nem a região em que as crianças foram atendidas. Rui Tato Marinho explicou que recebeu do Centro Europeu de Prevenção e Controlo de Doenças (ECDC) um pedido de informação sobre casos que ainda não tinham sido notificados oficialmente. E, entretanto, tomou conhecimento dos mesmos. A falta de reporte pode dever-se, segundo o médico, à espera pelos resultados dos exames feitos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG