Covid-19

Manuel Heitor infetado, testes a Costa e ministros deram negativo

Manuel Heitor infetado, testes a Costa e ministros deram negativo

O ministro do Ensino Superior, Manuel Heitor, está infetado com covid-19, o que obrigou a testar todos os elementos do Governo. À exceção de dois ministros que ainda não foram testados, os restantes acusaram negativo. Secretário de Estado do Ensino Superior também em isolamento profilático.

"Ontem [domingo] ao fim da tarde, o ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior foi informado que testou positivo à covid-19", confirmou o gabinete do primeiro-ministro, em comunicado. Manuel Heitor "não tem sintomas e encontra-se em confinamento domiciliário".

O ministro já havia sido testado na passada terça-feira, dia 6 de outubro, testando na altura negativo. Conforme o JN noticiou, o governante tinha estado com um caso positivo no dia 2 de outubro, na Universidade de Évora, o que motivou aquela testagem. Situação que o obrigou a isolamento profilático, impedindo-o de ser ouvido presencialmente na Comissão de Educação e Ciência, no passado dia 7, tendo sido inquirido pelos deputados via Skype. O JN sabe que todos os elementos do gabinete do ministro da Ciência e Ensino Superior que tiveram contacto direto com Heitor estão em casa em isolamento profilático, o que inclui o secretário de Estado do Ensino Superior, Sobrinho Teixeira.

O primeiro-ministro e a maior parte dos ministros foram testados no domingo e, segundo comunicado do gabinete de António Costa divulgado esta segunda-feira de manhã, todos os testes deram negativo. "Durante a manhã [de hoje] serão ainda testados o ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros e o ministro do Ambiente e Ação Climática, que se mantêm isolados até conhecerem os resultados", adianta o comunicado.

A mesma nota adianta que "por determinação da Direção-Geral da Saúde, ficarão em confinamento, apesar de testarem negativo, o ministro do Planeamento e a ministra do Trabalho Solidariedade e Segurança Social que ladeiam Manuel Heitor na reunião do Conselho de Ministros", que se realizou na quinta-feira.

Outras Notícias