Covid-19

Há um segundo português internado por "indícios de coronavírus" no Japão

Há um segundo português internado por "indícios de coronavírus" no Japão

Há um segundo português internado num hospital do Japão com "indícios relacionados com coronavírus", além do caso já revelado de Adriano Maranhão.

"Há um cidadão português internado num hospital no Japão que é tripulante de um navio de cruzeiro e que está a receber tratamento. Há outro cidadão português nas mesmas circunstâncias, três tripulantes portugueses que ainda estão a bordo desse navio de cruzeiro e todos eles têm sido submetidos a testes que têm dado sempre resultados negativos, portanto estão bem", revelou o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, em declarações aos jornalistas ao início da noite desta quinta-feira.

O JN contactou o Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) para tentar perceber quem é este cidadão. "Este caso ainda se encontra em observação hospitalar", disse fonte do MNE.

"Dois dos tripulantes portugueses do Diamond Princess tiveram de ser hospitalizados, no Japão, por indícios relacionados com o coronavirus", respondeu o MNE, por email.

"Ambos dispõem dos cuidados médicos necessários e são apoiados pela embaixada portuguesa em Tóquio. Um deles pede que a sua situação seja mantida privada, direito que inteiramente se respeita", acrescenta a nota do MNE enviada ao JN.

Nem ministro nem ministério esclareceram se este cidadão será o quinto português que estaria a bordo do "Diamond Princes", que segundo os outros colegas havia sido retirado do navio sem que se soubesse porquê, no passado domingo.

Até agora, o único caso confirmado de coronavírus positivo num cidadão português era o de Adriano Maranhão, que na terça-feira foi transferido do navio para um hospital no Japão, onde está a ser tratado.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG