Acidente

Helicóptero de combate a incêndios partiu a cauda a aterrar

Helicóptero de combate a incêndios partiu a cauda a aterrar

Um helicóptero de combate a incêndios rurais sedeado no Centro de Meios Aéreos de Seia, pertencente ao Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais, sofreu um acidente, esta terça-feira à tarde, durante a fase de aproximação ao local de desembarque da equipa helitransportada da Unidade de Emergência de Proteção e Socorro (UEPS/GNR), no âmbito das operações de combate ao incêndio da Covilhã, no distrito de Castelo Branco.

Os seis tripulantes (um piloto e cinco militares) encontram-se bem, mas a aeronave sofreu danos significativos, revela um comunicado da Proteção Civil. O incêndio da Covilhã está neste momento a ser combatido por mais de 800 operacionais, apoiados por perto de 300 viaturas.

A Proteção Civil informa que o helicóptero será substituído por outro semelhante, durante a manhã desta quarta-feira.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG