Saúde

Hospitais outra vez sem dinheiro para pagar fornecedores

Hospitais outra vez sem dinheiro para pagar fornecedores

Saúde financeira das instituições volta a degradar-se. Dizem às empresas que até ao final do ano só conseguem pagar salários.

Os hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS) estão novamente com dificuldades para pagar aos fornecedores. Os prazos de pagamento voltaram a dilatar-se e, desde o verão, as empresas estão a receber respostas vagas quando reclamam a liquidação de faturas. O JN sabe que há hospitais a assumir que, até ao final do ano, só têm dinheiro para pagar salários.

Outros não se comprometem com datas e há quem simplesmente não responda aos telefonemas e emails das empresas. Ao que o JN apurou, o problema é transversal a todo o país e afeta fornecedores de todo o tipo de bens e serviços. Desde as empresas de dispositivos médicos, às de transporte de doentes não urgentes, passando pelas de limpeza, manutenção de elevadores, serviços informáticos, entre outras. As mais pequenas, com menor folga de tesouraria, são as que mais sentem o impacto dos atrasos.

Ler mais na edição impressa ou epaper