Covid-19

Hospital Amadora-Sintra sob pressão volta a desviar ambulâncias

Hospital Amadora-Sintra sob pressão volta a desviar ambulâncias

O Hospital Fernando da Fonseca (Amadora-Sintra) volta a estar sob enorme pressão no internamento, atingindo um número histórico de doentes. A urgência mantém-se aberta, mas as ambulâncias com doentes respiratórios estão a ser desviadas para outros hospitais da região.

Esta manhã de quarta-feira, o Hospital Amadora-Sintra contava 368 doentes internados, dos quais 18 numa enfermaria deslocalizada no Hospital da Luz, um número nunca antes atingido, referiu ao JN fonte hospitalar.

Do total de internados, 37 doentes estão em cuidados intensivos.

Apesar das dezenas de transferências de doentes que têm sido feitas nas últimas semanas, a pressão sobre aquele hospital não pára de aumentar.

O hospital fez ontem à tarde um pedido ao Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) do INEM para não enviar mais doentes com problemas respiratórios para a Urgência. O CODU mantém-se desviado pelo menos até à meia-noite de hoje. Ainda assim, a urgência mantém-se aberta para os outros doentes, assegurou fonte hospitalar.

Durante o dia de hoje deverão ser transferidos mais doentes para outras unidades.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG