O Jogo ao Vivo

DGS

Incidência dispara no terceiro dia seguido com mais de mil casos de covid

Incidência dispara no terceiro dia seguido com mais de mil casos de covid

Esta sexta-feira há quatro mortos por covid-19 e mais 1298 infeções pelo novo coronavírus. Incidência subiu de 91 para 100,2 e o Rt aumentou para 1,14

Portugal regista um total de 17061 óbitos associados à doença covid-19 e 862926 casos de infeção por SARS CoV-2, desde o início da pandemia, em março de 2020, segundo o boletim epidemiológico diário divulgado pela Direção-Geral da Saúde.

Esta sexta-feira, dia de atualização da matriz de risco, verifica-se a tendência crescente da incidência com 100,2 casos por cem mil habitantes a 14 dias (eram 91 casos na quarta-feira) e a subida do risco de transmissibilidade Rt para 1,14 (1,12 na atualização anterior).

Nos hospitais, a tendência também é crescente, com o número de internados a subir pelo sétimo dia consecutivo. Há agora 391 doentes hospitalizados (mais 27), entre os quais 94 em unidades de cuidados intensivos, mais seis do que ontem. Desde abril que não havia tantos doentes internados.

Segundo o boletim da DGS, há mais 608 casos ativos de covid-19, mais 608 do que na quinta-feira, e um total de 36675 pessoas sob vigilância, mais 2943 do que ontem. No mesmo período, 686 pessoas foram dadas como recuperadas (818440 desde o início da pandemia).

PUB

Os números desta sexta-feira mostram uma subida de 65 novos casos de quinta para sexta-feira. Cifra só superada, em cerca de quatro meses, pelas 1480 infeções reportas a 24 de feveiro, quando a pandemia dava sinais de abrandar, após o negro mês de janeiro, que terminou com mais de 5500 mortes.

Com 1298 infeções, este é o terceiro dia seguido com mais de mil casos de covid-19. Depois dos 1350 de quarta-feira e dos 1233 de quinta, a semana de trabalho termina com 1298, dos quais 862 na região de Lisboa e Vale do Tejo, isto é, 66% do total nacional.

Com estes números, a região de LVT totaliza 329635 casos de covid-19 desde o início da pandemia, dos quais resultaram 7237 mortes, três das quais nas últimas 24 horas, isto é, 75% do total nacional de óbitos reportados esta sexta-feira.

A outra vítima mortal residia no Alentejo, região do país que não registava qualquer morte desde 29 de março, há mês e meio. Com este óbito, são 972 as vidas perdidas na zona das planícies de Portugal desde o início da pandemia, período no qual foram registados 30586 casos de covid-19, dos quais 39 nas últimas 24 horas.

Em termos de casos, a Região Norte, que tem um acumulado de 343200 infeções reportadas desde o início da pandemia, reportou 194 novas infeções, um número similar ao registado nos últimos três dias.

A Região Centro tem um acumulado de 120848 casos (mais 76) e os mesmos 3025 óbitos. No Algarve, são agora 22940 as infeções (mais 88) e 364 óbitos desde o início da pandemia.

Nas ilhas, os Açores registaram 27 novos casos (5890 no total) enquanto a Madeira acumula 9827 infeções, 12 nas últimas 24 horas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG